Mobile Backend as a Service (MBaaS) à moda da Red Hat

Tenho-me dedicado nos últimos tempos a plataformas de MBaaS (Wikipedia, em Inglês), mais a fundo em relação ao novo (e ainda em preview) Visual Studio Mobile Center (é sobre ele que vou falar no próximo TugaIT).

Como neste mundo não há muito lugar para fundamentalismos e “aquilo que eu uso é que é bom e o resto não presta”, adoro conhecer as ofertas disponíveis no mercado a aprender com as diferentes maneiras de, no fundo, fazer mais ou menos a mesma coisa. Vou frequentemente a eventos organizados pelo GDGLx, incluindo um workshop realizado na e.near em que fiz o meu primeira solução usando Firebase.

Ontem fui conhecer melhor a Red Hat Mobile Application Platform. Uma manhã bem passada com uma sessão introdutória com a parte mais comercial e depois um pequeno workshop. Para quem quiser ter uma ideia do que nos foi pedido fazer, o projecto está no GitHub.

Em 15 minutos estava feito… Só tive uma pequena “dificuldade” em arrancar a app no browser, mas afinal o problema estava no facto de estar a usar uma janela em modo incógnito (fica a dica!).

Para já, a compra em 2014 da FeedHenry por parte da RedHat está a dar frutos. Uma plataforma interessante, polida e potente.

Aproveitei para “brincar” um pouco mais com a plataforma e fiz mais alguns projectos a partir das templates fornecidas. A possibilidade de criar apps nativas para Android, iOS e Windows, a integração com serviços externos, a edição de código online sem ter de fazer clone do repositório git e a ferramenta de criação dos layouts e regras de negócio são algumas das funcionalidades que destaco.

Para os interessados deixo um vídeo de demonstração da própria RedHat.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *